Estava vazio...

Ontem, caminhando na volta para o trabalho, passei na calçada em frente a uma funerária. A poucos passos de cruzar a porta, dois homens saíram segurando um caixão para colocá-lo no carro, que já estava com a porta de trás aberta. Quase que automaticamente, concentrei-me para fazer cara de pêsames. Como acontece em todas as vezes que preciso de uma expressão assim, quase dei risada. “Calma, respira, fundo. Já já você passa por eles”. Não sei se um deles notou meu desespero, pois olhou pra mim e comentou com o outro. “Ihhh, não vamos assustar a moça não!”.

Sim, quer dizer que faço um esforço tremendo e sou enganada por um caixão vazio? Na próxima dou uma gargalhada.

0 comentários:

 

Copyright © 2010 • ::: salto baixo • Design by Dzignine