O novo

"Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,
Muda-se o ser, muda-se a confiança:
Todo o mundo é composto de mudança,
Tomando sempre novas qualidades.

Continuamente vemos novidades,
Diferentes em tudo da esperança:
Do mal ficam as mágoas na lembrança,
E do bem (se algum houve) as saudades (...)"
(Camões)


Não adianta lutar, na hora certa ele vem. Não na hora que você quer, não na hora que você se contorce e se debulha em lágrimas, ansiando por algo que te arranque, sem dó nem piedade, do marasmo da rotina. O novo vem quando é hora.
E chega como uma tempestade, devastando a erva daninha que se apoderou do corpo marcado pela mesmice. O novo destroi, faz barulho, chega chegando.
Com a autoridade que lhe conferiu o universo, o novo te sopra na cara que agora é o momento. O novo vem coroado de brilhantes, como coroas de reis que a gente vê hoje intocadas em museus. O novo mostra que nunca é tarde para esperá-lo. Quem sabe nem seja preciso esperá-lo. Talvez, corrijo, não seja preciso ansiá-lo fatalmente. Esperar a gente sempre espera, como esperou, durante toda a infância, o Papai Noel, as férias e o aniversário chegarem. (Eu, confesso, ainda hoje espero).
O novo vem e, quando vem, o universo conspira a favor. Os ventos, para o novo, sopram sempre na direção certa. Mas não se conforme, meu amigo. Não fique esperando o novo com esse sorrisinho frouxo nos lábios, aguardando a bigorna cair na sua cabeça. Acorde. Vá em frente. Faça sua parte. O novo precisa saber que você quer recepcioná-lo.

7 comentários:

{ Tiozaum } at: 25 de janeiro de 2009 16:18 disse...

Gostei muito do texto, Tati! Bastante inspirador.

Vc tem o dom de tocar o coração dos leitores :)

Adorei!

=*

{ Neto } at: 25 de janeiro de 2009 16:41 disse...

quem sabe faz a hora não espera acontecer
adorei o texto
tava precisando disso ^^

{ Elaine } at: 25 de janeiro de 2009 17:25 disse...

Adorei teu texto!
Precisava ler isto agora!
Preciso acreditar no novo ...Igual quando criança e que o Universo comece a conspirar ao meu favor!

Uma linda semana!

Beijos
Elaine

{ Steph } at: 25 de janeiro de 2009 18:25 disse...

Talvez o 'novo' não vá muito com a minha cara, rs.
Tenho tentado acompanhá-lo, mas normalmente recebo coices, já estou acostumada.

Belo texto, Camões é realmente um mestre.
Bjs.

{ P. } at: 25 de janeiro de 2009 18:27 disse...

Orra Tati. Eu quase chorei. E eu sei que você me conhece e sabe o que isso significa.
Além de tudo me deu um chacoalhão. Preciso me preparar para recepcionar o novo.

{ Estrela do Mar } at: 26 de janeiro de 2009 05:12 disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
{ Michele Matos } at: 26 de janeiro de 2009 07:22 disse...

O novo é sempre bem vindo em minha vida, por mais que eu tenha medo dele.
Muito bom tati...bju

 

Copyright © 2010 • ::: salto baixo • Design by Dzignine