São Paulo

Tem sempre dois metrôs: um que vai, um que volta
Tem sempre duas escadas rolantes, a que sobe, a que desce
Tem sempre dois lados da avenida, um pra lá, outro pra cá
Tem sempre alguém descendo do trem, alguém entrando nele
Tem sempre alguém desembarcando na rodoviária e alguém indo embora
Tem sempre alguém ganhando, tem sempre alguém pedindo
Tem sempre alguém rindo, alguém chorando

Uma coisa é sempre igual:
Sempre, sempre, sempre chove.

Comentários

Marcelo Higinio disse…
Bacana :)

Fazendo um sobre Curitiba, devemos no mínimo falar sobre filas, temperamento e temperatura. rsrs
Lai Paiva disse…
Tem sempre vida lá fora!!!! Muito bom. Bjs
Michele Matos disse…
Vontade de conhecer essa São Paulo e saudade da Tatiana Lazzaroto heim...
FABI disse…
Bem vinda guria!!!

Não esqueça que tem sempre trânsito!

Postagens mais visitadas