Advertência

Cada vez que você clica em notícias como: "Famoso tal aproveita o feriado na praia", "Fulana de tal flagrada aos beijos com Anônimo" e "Celebridade X leva o filho ao parquinho" você contribui para o tráfico da informação, a invasão de privacidade e a prostituição no jornalismo.

1 comentários:

{ Klaus Pettinger } at: 22 de novembro de 2011 06:08 disse...

Realmente, trata-se de uma droga altamente viciante que cada vez mais gente consome... E como consome! Ah, me nego a considerar isso alguma ramificação do jornalismo - é fofocaiada profissa de baixo calão!
"UPP's na Rocinha do EgoTrip, já!", eu apoio!

 

Copyright © 2010 • ::: salto baixo • Design by Dzignine