Postagens

Mostrando postagens de 2012

Soledad Maria

Ora

Velinhas

importa?

Não sei mais ralar joelhos

Fosse minha

Hoje levei um cuspe na cara

Perguntador

Como é que dói ser demais, ser até

Pão quentinho

Dos males o metrô

Em nome do pai

Escrevi num dia de muita chuva. E fez sentido.

Leitores anônimos

O homem-placa

Minhas paredes

Allontanarsi dalla linea gialla

Antianestesia

Receitas

Paradoxo da mulher moderna

A moeda

Coragem, o cão covarde (Diangela Menegazzi)

μάθημα

Paredes

Descoberta

É culpa das bugigangas

Ton soleil, ta braise

Desvairada

As maçãs, o ponto azul e nossas formas de pensar

Pouco ortodoxo

A cobra grande